Pages

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

sexta-feira, 11 de março de 2016

Nomofobia

Nomofobia é a fobia causada pelo desconforto ou angústia resultante da incapacidade de comunicação através de aparelhos celulares ou computadores.
Surge quando alguém se sente impossibilitado de se comunicar ou se vê incontactável estando em algum lugar sem seu aparelho de celular ou qualquer outro telemóvel ou computador com internet. É um termo muito recente, que tem origem nos diminutivos inglês No-Mo, ou No-Mobile,que significa Sem telemóvel. Daí a expressão "Nomofobia" ou fobia de ficar sem um aparelho de comunicação móvel.
O termo surgiu na Inglaterra, onde mais de 50% da população é possuidora de telemóveis e mais de 13 milhões de britânicos, em pesquisa realizada pelo Instituto YouGov para o Departamento de Telefonia dos Correios britânicos.

Os sintomas da nomofobia

Medo, ansiedade, estresse e ataques de pânico ao pensar em sair sem celular. Os sintomas podem levar a outros efeitos colaterais, como tremores, sudorese, tontura, dificuldade em respirar, náuseas, dor no peito, aceleração da freqüência cardíaca. São sintomas de dependência.

Causas do vício em celular

Esta dependência psicopatológica vai além de uma fobia simples, de modo que os remédios naturais, tais como anti-ansiedade podem não ser eficazes. Baixa auto-estima e dificuldades nos relacionamentos sociais são fatores de risco que podem causar nomofobia.
O vício no sistema de recompensa de redes sociais – como os likes de facebook, retuítes, views em vídeo de youtube, e ‘corações’ no Instagram – também pode ser um fator que contribui na dependência, pois é uma forma de obter pequenos prazeres psicológicos de forma fácil e rápida.

Tratamento para nomofobia / como perder vício no celular

Se você reage mal quando perde sua cobertura móvel ou simplesmente não têm wifi, e pode identificar algum dos sintomas acima, você deve consultar um especialista para fazer um diagnóstico preciso e pensar na ação oportuna para curar a dependência patológica no celular. A coisa mais importante é identificar o problema.
Sozinho, é possível tentar se ‘desviciar’ aos poucos, encontrando outros interesses que não sejam na internet, e tentando priorizar atividades offline e encontros sociais presenciais. E também, começar a considerar que não é necessário tirar foto de todos os momentos da sua vida para colocar em instagram, facebook, snapchat, etc.

Fontes: (Wikipedia e Psicoativo)

0 comentários: