Pages

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

sábado, 24 de janeiro de 2015

Higiene Mental

A higiene mental é o conjunto de atividades que permitem que uma pessoa esteja em equilíbrio com o seu ambiente sociocultural. Estas ações tentam prevenir o surgimento de comportamentos que não se adaptem ao funcionamento social e garantir o equilíbrio psicológico imprescindível para que o sujeito goze de uma boa saúde mental.

A sociedade  deve preocupar-se em criar um ambiente propício para que todas as pessoas se encontrem em equilíbrio com o meio envolvente. A família, o sistema educativo, o Estado e a religião, por exemplo, contribuem para a higiene mental e influenciam-na.

A autonomia, o bem-estar subjetivo, o potencial emocional e a competitividade fazem parte dos fatores que deve cuidar a higiene mental. É importante ter em conta que a ausência de distúrbios mentais reconhecidos (como a esquizofrenia ou a psicose) não significa obrigatoriamente que a pessoa em questão tenha bem-estar mental.

A saúde mental de um indivíduo reflete-se no seu comportamento diário e está associada à capacidade para gerir os seus receios e as suas angústias, controlar a ansiedade, enfrentar as dificuldades e aliviar as tensões. Todas as pessoas deveriam poder andar com a sua vida para a frente de forma independente sem que as relações interpessoais afetassem o seu poder de decisão e resolução.

A higiene mental deve ser cuidada por cada indivíduo através de hábitos positivos que lhe permitam manter o equilíbrio interno. A valorização positiva das características próprias e alheias, a catarse emocional e o reforço da auto-estima são algumas das questões que qualquer pessoa deve trabalhar para proteger a sua higiene mental e para evitar desequilíbrios psicológicos que lhe impeçam de se desenvolver com normalidade. 

Higiene mental é a área da medicina se preocupa com a defesa da saúde mental.

É um ramo da medicina que define normas que têm como objetivo os cuidados com as doenças que afetam a mente.

A higiene mental é influenciada por vários comportamentos. É importante pensar positivo, cuidar da auto-estima, estimular a mente através de exercício, praticar exercício físico, se alimentar de forma saudável, manter relacionamentos sociais saudáveis etc. A higiene mental é essencial para que o ser humano esteja em equilíbrio e interaja de forma saudável com outras pessoas no seu meio envolvente.

Os axiomas propostos por Clifford Whittingham Beers e o psiquiatra suíço Adolf Meyer serviram de fundamento para o desenvolvimento da higiene mental. Beers sofria de distúrbios mentais, e chegou mesmo a tentar o suicídio. Depois de estar internado em algumas instituições psiquiátricas, escreveu a obra autobiográfica A Mind That Found Itself, que descreve os abusos sofridos em várias instituições. Beers é considerado o fundador do movimento americano de higiene mental e é presidente honorário da Federação Mundial para Saúde Mental.

Estes axiomas são diretrizes da higiene mental, que consistem em: criação de normas para manutenção da saúde mental; comportamentos de prevenção de doenças mentais e disfunções congênitas; aprimoramento da terapêutica e cuidados atribuídos a pacientes mentais; auxílio aos indivíduos necessitados para ajudá-los na integração na sociedade e no contexto laboral; aumento da conscientização da comunidade em relação a conflitos psíquicos no âmbito da economia, criminalidade, educação e comportamento humano.

As medidas propostas pela higiene mental devem ser feitas através da assistência social e incentivo da profilaxia de doenças mentais. Outra área importante na higiene mental é a formação de profissionais especializados que possam trabalhar nesta área. 

Instruções 

Auto-estima. É fundamental cuidar da sua auto-estima, não se deixe levar pelos modelos sociais. Tem que começar a valorizar as suas aptidões e capacidades. Para ter uma higiene mental adequada deve começar por si. 

Pensamento positivo. A realidade não vai mudar, mas nós podemos mudar a nossa atitude perante ela. Trate de evitar as preocupações excessivas e seja otimista. Pense se estas situações merecem que lhe dedique tanta energia. 

Enfrente situações. Muitas vezes a resolução de um conflito depende da nossa atitude, outras vezes, não depende de nós. Centre-se apenas naquelas questões que estão ao seu alcance. 

Exercício físico. O exercício físico permite a libertação de endorfinas, também conhecidas como as hormonais da felicidade. Desta forma, não cuidamos apenas do nosso corpo, mas também da nossa mente. 

Exercício mental. Os exercícios de relaxamento e respiração são fundamentais para ter uma higiene mental adequada. Também se recomenda a realização de atividades que mantenham a mente ativa, como por exemplo, fazer crucigramas, ler, etc.

Necessidades básicas. Um descanso adequado e uma alimentação adequada, são fundamentais para poder enfrentar o dia. A nossa mente também necessita de energia para funcionar corretamente. 

Relações sociais. Os nossos afetos são uma parte importante da nossa vida. Partilhar momentos, sentir-se amado e contar com ente queridos, faz parte da nossa saúde mental. 

Balanço do dia. Um exercício que nos permite melhorar este hábitos, é anotar os aspetos positivos e negativos do dia. Desta forma, podemos avaliar como podemos melhorar aquilo que consideramos como negativo e valorizar o que foi positivo.

Desfrutar. Para ter uma boa higiene mental, temos que nos permitir desfrutar das pequenas coisas que nos acontecem durante o dia, valorizar o que temos e sentirmo-nos agradecidos pelas oportunidades que temos.




Fontes: 
http://saude.umcomo.com.br 
http://www.significados.com.br/higiene-mental/